Guaxupé, domingo, 16 de junho de 2024
Cidades

Festival de Guaranésia recebe Santa encontrada no mar de lama mineiro

quarta-feira, 1 de maio de 2024
Festival de Guaranésia recebe Santa encontrada no mar de lama mineiro A rua, a lama e a Santa 1 (Foto: Divulgação)

A sétima edição do Festival Internacional de Teatro de Guaranésia, Feteg, começou em 30 de abril e se estende até domingo, 5.

O feriado de 1º de Maio é de muito trabalho, com seis apresentações a partir das 13h. Todos os 24 espetáculos são gratuitos.

De Sete Lagoas, MG, a cia. Carroça Teatral trouxe dois mares de lama para apresentar A Rua, a Lama e a Santa, na tarde de sábado, às 14h30, na Praça Dona Sinhá.

É uma reflexão sobre o rompimento das barragens de rejeito do minério de ferro em duas cidades mineiras: Mariana (2015) e Brumadinho (2019).

Até hoje, a bandeira de Minas Gerais continua suja de lama e impunidade.

Esse Teatro de Rua de contexto sociopolítico é estruturado em trechos de cantigas mineiras, em músicas alusivas ao tema e no poema Mar de Lama, da poetisa setelagoana Maria Ávila.

O surgimento da Santa é um ato de resistência e esperança.

Feteg alternativo
Com previsão de calor durante todo o Feteg, a peça para infância Jujuba – para dias de chuva, da Cia. Sei lá o Quê de Teatro, de Goiânia, ocupa o Teatro do Centro Cultural para garantir encantamento cênico. É a primeira apresentação de quinta-feira, 02, às 13h30.

Entre as sete edições do Feteg, o 7º Ato é o que mais tem espetáculos alternativos em escolas. Cinco no total.

O Complexo da Estação Ferroviária também é um espaço alternativo e vai receber Camarim na quinta-feira, às 19h30.

A peça da Cia. EB, de Ibirporã, PR, se vale da linguagem do metateatro para abordar o antes e o durante a encenação.

Em Camarim, dois atores expõem mudanças físicas e psicológicas no processo de construção de seus personagens. É trabalhoso e mágico. 
(Silvio Reis)

Confira as Fotos

Comente, compartilhe!