Guaxupé, domingo, 16 de junho de 2024
Cultura

Em Guaranésia, Feteg recebe 24 peças de 20 cidades e da Argentina

quinta-feira, 18 de abril de 2024
Em Guaranésia, Feteg recebe 24 peças de 20 cidades e da Argentina Ator Vitor Peres em “Um tal Guimarães”, da Trupe do Mangue, RJ (Foto: Divulgação)

O Feteg, Festival Internacional de Teatro de Guaranésia, chega ao 7º Ato. Já contou com espetáculos das cinco regiões brasileiras.

Nesta edição, participam grupos teatrais do Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

Na continuidade à internacionalização do Festival, após México, Colômbia e Uruguai, agora é a vez da Argentina.

De 30 de abril a 5 de maio, os espetáculos adultos e para a infância acontecem nos dois teatros da cidade, o do  Centro Cultural Profª. Fernandina Tavares Paes e do Complexo Estação Ferroviária.

O Teatro de Rua é nas praças Dona Sinhá e  Cel. Paula Ribeiro. Espetáculos alternativos, Escola Municipal Carvalho Brito. Todas as apresentações são gratuitas.

A abertura do 7º Feteg é regional, com peças de Guaxupé, MG, e Mococa, SP. No feriado de 1º de maio, seis espetáculos de diferentes categorias e estilos começam a partir das 13h. No final da noite, Sarau da Resistência.

São Paulo e Rio de Janeiro trazem peças da capital do estado e do interior. O Rio capital terá dois espetáculos. O mesmo ocorre com três municípios mineiros: Guaxupé, São João Nepomuceno e Ubá.

Na noite de sexta-feira, 3, o espetáculo argentino Medio Pueblo, da companhia La Rosa Teatro, da cidade San Salvador de Jujuy, chega ao Brasil depois de apresentações na Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru e Uruguai.

Na noite de sábado, o Feteg 7º Ato é encerrado com o clássico teatral A Casa de Bernarda Alba, do espanhol Federico Garcia Lorca. A peçá é assinada pela Cia. Divino Ato, de  Ribeirão Preto, SP.

Vingando Guimarães Rosa
A Trupe do Mangue, do Rio de Janeiro, traz para a sétima edição do Feteg um Guimarães Rosa multiifacetado, por meio de personagens e do próprio escritor, que foi diplomata.

Dirigido por Renan Monteiro, com atuação de Vítor Peres, a peça Um tal Guimarães expõe personagens dos livros A Terceira Margem do Rio e Noites do Sertão, que se conflitam com o autor por terem sido criados daquela forma.

São  criaturas revoltadas contra o criador. A peça está programada para 01.05, às 20h30, no teatro do Centro Cultural.

O Feteg encerra no domingo, 05, com Fórum Cultural, Cortejo dos Artistas, Roda de Samba e premiacões.
(Silvio Reis)


 

Confira as Fotos

Comente, compartilhe!