Guaxupé, domingo, 14 de julho de 2024
Saúde

Hospital de Varginha inaugura novo Acelerador Linear que reduz tempo de tratamento para pacientes com câncer

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024
Hospital de Varginha inaugura novo Acelerador Linear que reduz tempo de tratamento para pacientes com câncer Hospital Bom Pastor inaugura novo Acelerador Linear que reduz tempo de tratamento para pacientes com câncer em Varginha (Fotos: Prefeitura de Varginha)

Investimento do equipamento é de R$ 10 milhões; ele será o primeiro do tipo a entrar em operação em Minas Gerais

Foi inaugurado nesta segunda-feira, 19, no Hospital Bom Pastor, em Varginha, o novo Acelerador Linear para tratamento avançado em radioterapia para pacientes com câncer, que promete reduzir pela metade o tempo de espera.
 
Hoje, existem apenas 16 aceleradores lineares como este no país, instalados em capitais e grandes centros urbanos.

Esse será o primeiro equipamento do tipo em operação em Minas Gerais.
 
O investimento do equipamento é de R$ 10 milhões.

Ele foi comprado com parte de recursos do município e a oura metade viabilizado via emenda parlamentar do deputado federal Diego Andrade (PSD).

 
O equipamento estará disponível para atender pacientes oncológicos de 52 municípios, com uma população de aproximadamente 900 mil habitantes.
 
"Irá beneficiar nossos 52 municípios atendidos aqui no Hospital Bom Pastor, o que dá mais ou menos em torno de 900 mil pessoas que passam em atendimento pela oncologia do nosso hospital. O equipamento vem realmente para otimizar o atendimento, melhorar a qualidade de atendimento e diminuir cada vez mais a fila das pessoas que sofrem com essa patologia tão grave que é o câncer", disse o secretário de Saúde de Varginha, Adrian Nogueira.
 
 
"É um equipamento que há muito tempo nos reivindicamos. Para ser ter uma ideia, o aparelho antigo a gente fazia a radioterapia para os pacientes da cidade à noite, para dar oportunidade para os de fora fazer durante o dia, era um sofrimento danado, uma morosidade muito grande, quando dava defeito naquele equipamento ficava 10, 15 dias parado e interrompia o tratamento", disse o prefeito.

Com o equipamento, a capacidade de atendimento passa de 100 para 150 pacientes por dia.


"Nós vamos conseguir atender o paciente de uma forma mais confortável, menos invasiva e com uma dosagem menor em menor tempo. O paciente que ficava aqui tratando 39 dias, a gente vai conseguir reduzir para 20 dias em alguns casos e nos casos mais excepcionais até para sete dias. Hoje a gente atende uma região com 52 municípios, são aproximadamente 100 pacientes atendidos por dia, porém a gente estende esse horário até a madrugada. Com esse novo equipamento, nós vamos conseguir aproximadamente 150 pacientes por dia em horário comercial, até as 18 horas", completou o coordenador da oncologia, Leandro Sarto.
(Com EPTV)

Confira as Fotos

Comente, compartilhe!