Guaxupé, domingo, 14 de julho de 2024
Painel

Painel

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020
Painel

Transtorno na ponte
Guaxupeanos estão reclamando (e muito) do trânsito no entorno das pontes do Taboão e do Terminal Urbano, que está um verdadeiro caos. Como bem disse Ismael de Souza, que faz este caminho várias vezes ao dia para poder chegar em casa, a situação está um transtorno só. Ele disse: “Num dia fecham uma rua, no outro dia está tudo diferente, o trânsito está todo direcionado para o bairro Nova Guaxupé. E não há até agora nenhum guarda orientando os motoristas. Um dia é de poeira e o outro é de lamaçal”. E o pior é que comentam que a anarquia irá prosseguir até o próximo mês de fevereiro. Quem suportará isso?
O Terminal Urbano (que nunca termina) já vai fazer aniversário de oito anos e as pontes estão em obras há um ano e meio. E estas são as duas únicas obras que esta gestão deverá entregar aos guaxupeanos, mas que devem estar bem felizes, por que reelegeram os mesmos para os próximos quatro anos.
 
Atendimento ruim
O atendimento aos clientes do Banco do Brasil também está um verdadeiro caos. Não é caso de Polícia, mas de reclamação na ouvidoria do banco. As pessoas esperam na fila até desistirem do atendimento e saírem frustradas. Pois é, um banco como este, que já foi excelência em atendimento e credibilidade, conseguiu ficar pior que os outros bancos, que pelo menos tentam resolver os problemas de seus clientes com boa vontade.
 
Bombeiros: nota mil
Em meio a tantas reclamações, é preciso reconhecer e elogiar o trabalho realizado pelo Corpo de Bombeiros de Guaxupé. São competentes e tratam a imprensa com atenção, no repasse dos releases de ocorrências. Além de tudo, atendem às solicitações com rapidez, sempre valorizando o ser humano em meio a tantas dificuldades e pandemia. Realmente, os bombeiros são profissionais capacitados e comprometidos com o que fazem.
 
Árvore no meio da rua
Como acontece há anos em Guaxupé, obviamente com os mesmos governantes, a árvore de Natal está sendo montada no mesmo lugar, ou seja, em rua em plena avenida e que dá acesso ao bairro Agenor de Lima. Nem é preciso repetir que isto é um absurdo, principalmente porque o trânsito está tumultuado por causa das obras da ponte do Taboão e do Terminal Urbano. Mas, reclamar para quem? Esta administração só irá repetir o que já faz há anos, mas agora com o agravante da pandemia, ter o “Natal de Luz”, onde irá acontecer aglomerações, está correto?

Comente, compartilhe!

Tags