Guaxupé, sexta-feira, 19 de agosto de 2022
Cultura

Colheita Cultural na Fazenda Tulha terá teatro de boneco, terço, catira e baile

quarta-feira, 15 de junho de 2022
Colheita Cultural na Fazenda Tulha terá teatro de boneco, terço, catira e baile Homens e mulheres dançaram catira na Tulha, em 2021. (Foto: Luiz Paulo de Morais)

A histórica Fazenda Tulha está se consolidando no turismo rural de Guaxupé, tanto pela produção de café orgânico quanto pela produção artística. Neste sábado, 18, a Colheita Cultural na fazenda integra o Guaxupé Café Festival 2022.
Para o gestor Vitor Ribeiro do Valle Nicolau, o objetivo da Tulha Cultural é valorizar os aspectos culturais da cafeicultura. “A gente compreende que a agricultura não é só o cultivo da planta. Há o cultivo de experiências humanas a partir dessa planta. Então a gente começa a pensar experiências e a valorizá-las, como a folia de reis, a moda de viola, a culinária, a arte e vários desdobramentos dessa cultura caipira no Sul de Minas.” 
Na tarde de sábado, a partir das 14h00, acontecem conversas sobre práticas agroecológicas e colheita de café orgânico na fazenda, para o público interessado.
O teatro de bonecos, programado para as 17h30, tem temática ambiental.
Na história, um bicho misterioso coloca uma comunidade em perigo. As autoridades tradicionais do local não conseguem resolver o problema. Quem desvenda o mistério é um pequeno agricultor que tem uma escuta sensível para as forças naturais.  
Pelo segundo ano consecutivo, a Tulha Cultural realiza um terço cantado de São Gonçalo, sob coordenação de Gaudêncio Gomes da Silveira, que  preserva esse conhecimento cultural herdado de familiares e amigos.
O terço de São Gonçalo está ligado à dança catira. Gaudêncio, mais conhecido pela Companhia de Reis Divina Luz, inovou na apresentação da catira. Em vez de uma única viola, o novo arranjo musical conta com duas violas e dois violões.
Dia 18, oito integrantes da companhia Luz Divina participarão da catira. Dois cantam, seis dançam e convidam o público a participar. Vitor Ribeiro, que é ator e toca viola, espera mais de trinta pessoas, de diferentes faixas etárias, dançando catira.
A noite cultural na Tulha terá fogueira e baile com música ao vivo. Um forró promete esquentar a noite.
O projeto Colheita Cultural conquistou recursos do Edital n. 01/2022, de acordo com a Lei n. 1919 - FMCG, Fundo Municipal de Cultura de Guaxupé.
(Sílvio Reis)

Confira as Fotos

Comente, compartilhe!