Guaxupé, domingo, 24 de outubro de 2021
Cidades

Guaxupé e outras cidades mineiras não aderem à onda roxa da Covid-19

quarta-feira, 17 de março de 2021
Guaxupé e outras cidades mineiras não aderem à onda roxa da Covid-19 Guaxupé é uma das cidades mineiras que não aderiu à onda roxa imposta pelo governador Romeu Zema (Foto: Divulgação)

A onda roxa seria uma determinação do Poder Executivo Estadual, não cabendo aos municípios a autonomia para não aderir

Apesar do governador de Minas Romeu Zema (Novo) ter comunicado que todo o estado estaria incluído na onda roxa do programa Minas Consciente a partir desta quarta-feira, dia 17, as prefeituras de Guaxupé, Varginha, Campo do Meio e Carmo do Rio Claro não aderiram à medida. Também outras cidades resolveram não seguir a recomendação de Romeu Zema para conter a disseminação da Covid-19. Apesar também de Zema ter afirmado que a situação atual é a mais grave desde o início da pandemia, em que os hospitais estão no limite de leitos disponíveis e muitas pessoas não estariam respeitando as medidas de isolamento, ainda assim algumas cidades de Minas, como Guaxupé, por exemplo, não aderiu às recomendações do governador.
 
Vice-prefeito
Já o vice-prefeito e secretário municipal de governo de Guaxupé, Rodrigo Borges, informou que o comitê de enfrentamento à doença se reuniu com a equipe jurídica e ficou entendido que o governo do Estado fez uma recomendação, não uma determinação. "O Romeu Zema fez uma deliberação. No nosso entendimento, é diferente de um decreto, pois é uma sugestão. Pensamos muito na situação de Guaxupé", disse.
"Olhando para as ações que nós já tomamos no passado, principalmente para a situação que vivemos no município hoje, preocupados com a saúde pública e também com o nosso comerciante, entendendo que ele não é culpado pela disseminação do vírus. Nós vamos manter o decreto que a prefeitura de Guaxupé colocou em prática nessa segunda-feira, 15,” disse o vice-prefeito.
No município, os estabelecimentos comerciais não essenciais, como comércio varejista, bares, restaurantes e outros podem funcionar até às 22h00. Conforme o documento, as medidas sanitárias a serem tomadas deverão seguir a onda vermelha do plano.
 
Posição
De acordo com o governo de Minas, a onda roxa é uma determinação do Poder Executivo estadual, não cabendo aos municípios a autonomia para não aderir. A fiscalização será feita com o apoio da Polícia Militar. (Jornal da Região/O Tempo)
 
 
 

Comente, compartilhe!